quinta-feira, Setembro 14, 2006

 

Mainstream Media Meltdown

"A couple times a year, I take a statistical look at mainstream entertainment and media in decline. All figures are year-on-year comparisons unless otherwise noted. (The last version of this, from November, is here).

Down:

TV: network TV had its lowest ratings week ever in July.

Music: weekly album sales set a 10-year low in July. For the year, CD album sales are down 4.2%; although digital single downloads (still less than 10% of the business) are up 77% and are nearly making up the difference in revenue terms.

Radio: the music radio listening audience is down 8.5% this year alone, continuing a multi-decade decline.

DVDs: shipments are down 4% so far this year, more than 30 million units behind the same period last year.

Newspapers: circulation, which peaked in 1987, is declining faster than ever and is down another 2.6% so far this year.

Mixed:

Magazines: ad revenues are up 3.7% although the total number of ad pages is flat (they're charging more per page). Newsstand sales are at an all-time low, while total circulation was down 0.3% last year.

Books: up slightly so far this year (but still lagging behind overall retail growth).

Up:

Box Office: is up by 5.8% so far this year (but still down 4.2% from 2004).

Videogames: The long slump caused by the next-gen hardware transition (Xbox-to-Xbox 360 and PS2-to-forthcoming-PS3) seems to have finally ended. June sales were up 25%.

Internet advertising: is on pace to grow by 21% this year. Google's revenues grew by 77% in the most recent quarter."

quinta-feira, Agosto 17, 2006

 

Every blog is an island

Having a blog should be to marketers, way more than just a place to post some thoughts and share a few ideas. A blog it's a sphere of potential interaction with not just any audience, but with one that actually cares enough about what you write, that keep coming back to read it.

Off course that the one million dollar question is - How can I drive traffic to my blog, so that I can slowly start building my audience?

Some experts will quickly answer that content is king, and if you write good articles or your posts are issues that matters to a lot of people, you will succeed. Although this is partial true, alone it's not enough and my vision of this strategy, its pretty much the same that putting your blog on a desert Island - meaning, HOW DO I REACH YOU?

That said, it's only natural that you make an effort to be "heard", and develop a strategy to it. Think about the Internet like a big world, where links are the essential path to go somewhere. If i'm travelling and there is no indication that points out the way, how can i go to where I want? You can't, unless the blogger leave you some pointers spreaded along the way/web, and more precisely, where his potential readers are. Bulding this "bridges" to your blog is one of the most effective ways you have to drive traffic.

Try it, and check for the results.

sexta-feira, Agosto 11, 2006

 

"Isto é verdade não é só Publicidade"

Luís Rasquilha e Samuel Reis comentaram aqui a utilização da expressão "Isto é verdade não é só Publicidade".

Deixo aqui o meu comentário, sobre esta situação:

Também eu fiquei completamente chocado e revoltado com esta expressão. Mais que um insulto para os profissionais da área, é um insulto à inteligência do consumidor. A hipocrisia e ironia que uma frase PUBLICITÁRIA, inserida num anúncio PUBLICITÁRIO, a afirmar que a PUBLICIDADE diz mentiras, transcende-me como pode ser bem interpretada.

Se pensarmos que o seu objectivo é não serem interpretados como anúncios, e com isso conseguirem ganhar mais atenção à sua PUBLICIDADE, até podia ser visto como uma táctica inteligente. No entanto, penso que só alguém muito simples de raciocínio poderá interpretar aqueles anúncios como um não-anúncio e portanto uma comunicação verdadeira. Enfim, simplesmente estúpido.

O caminho a seguir, talvez não o mais fácil, será sempre o de a Publicidade ser percepcionada com verdade e credibilidade.

Eu acredito que todo o mundo mudou e, que o estilo de comunicação que compra espaço em meios, insere anúncios, e "dispara" mensagens para quem não tem interesse em as ouvir, está condenada, mas isso já é outro assunto.

terça-feira, Agosto 08, 2006

 

Vodafone em Grande

Mail para a VODAFONE a pedir cancelamento do contrato.
________________________________________________________________

Exmos. Senhores,

Por falecimento da V. cliente Maria Fernanda V**** de M****** Teles,
no passado dia 28 de Novembro, queiram por favor proceder ao cancelamento
do respectivo contrato, a partir do corrente mês de Dezembro inclusive.

A mesma informação será enviada por correio, conforme carta anexa.

Sem outro assunto,

Alda Teles
___________________________________________________________________________

RESPOSTA

_________________________________________________________________________

apoiocliente@vodafone.pt apoiocliente@vodafone.pt> wrote:

Muito boa tarde, como está?
Para podermos efectuar a desactivação definitiva é necessário que nos
envie uma cópia da certidão de óbito do titular.
Deverá confirmar o nº de contribuinte ou nº de conta Vodafone.

Boas festas. Viva o momento, Now!

Paula Santos
Apoiocliente@vodafone.pt

Nota: Caso necessite contactar-nos novamente sobre o mesmo assunto agradecemos que faça reply deste e-mail.

PS: Para dúvidas relacionadas com o serviço yorn o mail de apoio ao cliente é Heeellp@Yorn.net Heeellp@Yorn.net>
mailto:Heeellp@Yorn.net >>.

____________________________________________________________________________

NOVO MAIL DO CLIENTE
_____________________________________________________________________

-----Original Message-----
Sent: sexta-feira, 2 de Dezembro de 2005 19:12
To:apoiocliente@vodafone.ptSubject
mailto: apoiocliente@vodafone.ptSubject

Boa tarde. estou bem, muito obrigada. A minha mãe faleceu, por isso
estou óptima e vivo o momento, now!

Agradecia que me indicasse a morada para onde deve ser enviada a certidão
de óbito.

Boas festas também para si.

Sem comentários! Uma falta de atenção intolerável, quando em causa estão sentimentos desta natureza. Do ponto de vista do marketing, saiu furado o uso de assinaturas festivas no email.


quarta-feira, Agosto 02, 2006

 

Marketing Law

Seth Godin fala sobre quatro verdades que deveriam ser consideradas leis de marketing:
  1. People don't believe what you tell them.
  2. They rarely believe what you show them.
  3. They often believe what their friends tell them.
  4. They always believe what they tell themselves.

Poucas palavras para descrever tantos dos problemas da comunicação de marketing.


 

It´s not happening here, but it's happening now


A Amnistia Internacional é simplesmente brilhante com os seus anúncios. Esta última campanha consistiu em colocar diversos anúncios em locais como paragens autocarro e cabines telefone, de forma a que o layout se fundisse com a paisagem. Como podem ver nas imagens, conseguiram por uma situação violenta ou chocante que acontece normalmente em outros países, directamente na rua onde está o anúncio.



Como comentário só posso dizer, que consciência de que acontece todos temos, mas daí a fazermos algo para impedir, vai ser preciso mais que campanhas brilhantes!

quinta-feira, Julho 27, 2006

 

Advertising Space

"As formas de fazer publicidade são infinitas e se não houverem escrúpulos também não há limites...

Agora nos Estados Unidos a moda é colocar anúncios de carros, detergentes e outros produtos nas barrigas das mulheres grávidas e fazer do parto um espectáculo...ou melhor um spot publicitário!

Um dos exemplos mais recentes decorreu a 17 de Março, com uma mulher grávida que mostrou a todos a sua barriga com publicidade da global.com. Quando deu à luz, o logotipo desta empresa de novas tecnologias, sediada em Los Angeles, estava por todo o lado e quando saiu da maternidade, o carro que a levou também estava bem identificado...

A publicidade rendeu mil dólares e parece que o negócio tem mesmo pernas para andar... pelo menos é assim que pensam três irmãs da Flórida que colocaram as suas barrigas grávidas no ebay. A melhor oferta acabou por ser do Golden Palace, um casino online do Canadá que, em Outubro, licitou 5,000.00 dólares!

Façam contas os gestores porque entre todas as dúvidas sobre a ética deste procedimento uma coisa é certa: ninguém consegue desviar os olhos da barriga de uma grávida.E quanto mais cedo se colocar o anúncio mais tempo durará a publicidade e assim mais caro será o espaço reservado.

Resta um pormenor: se a criança for prematura, será que a mãe pode ser acusada de não cumprir o contrato? "

Notícia Sapo Mulher

quarta-feira, Julho 26, 2006

 

Compra de Risco

ESTÁ UM SAPO NO SACO!

A minha primeira reacção foi, imaginar em que circunstâncias ou de que forma é que o sapo poderia ter ido parar ao saco e não ter sido notado ou não ter morrido antes de ser adquirido. Obviamente que a resposta é que o sapo nunca ali esteve antes, porque até ao momento e que eu saiba o mesmo ainda não sobrevive sem ar.

Então podemos imaginar que a foto surgiu como uma brincadeira com o objectivo de as pessoas se rirem e comentarem entre si, os perigos ocultos da salada. Mas então porquê que a marca está tão bem focada? Será intencional? Talvez seja sem nenhuma intenção, ou talvez não.

A mensagem principal é que a internet sendo um meio tão propício a comunicação viral, é também uma óptima forma de fazer guerrilha. A comunicação não controlada e viral pode afectar gravemente uma marca.

Tirem as vossas conclusões..

terça-feira, Julho 25, 2006

 

Marketing - The Barcode Revolution

"Os designers japoneses venceram o Canne Titanium, prémio do festival de publicidade de Cannes com uma invenção que revoluciona o código de barras.

A ideia é aproveitar o código de barras e nele executar publicidade e passou por dar vida ao código, passando o mesmo a representar através de desenhos marcas, podendo assim usar este suporte como publicidade.

Esta ideia prova que a criatividade pode surgir mesmo quando está limitada.

Os criadores desta inovação, lançaram o livro "The Barcode Revolution", que fala de 200 formas diferentes de se aproveitar o código de barras. A publicação causou um enorme impacto furor nos media, tendo por esse facto obtido publicidade espontânea em diversas redes de TV, jornais, revistas, internet e rádio.

A Design Barcode calcula terem gerado 1 milhão de dólares em publicidade gratuita."


Fonte: Web Marketing - Internet Marketing

segunda-feira, Julho 24, 2006

 

Mundo de Mulher

A nossa colaboradora Katia, tem agora o seu próprio blog, com um conteúdo especialmente dirigido ao sexo feminino. Pode-se esperar post's interessantes e com bastante relevância para todas as meninas.

Vejam por vocês mesmas aqui Mundo de Mulher

 

Status Quo

People in general find it easier to adapt themselves to the surrounding environment than changing it. They adapt to their friends, they adapt to their relations, they adapt to a particular job, and they go along and play low, trying to mingle with the rest.

For most people the Status Quo is a strong guideline for life. Act different from it, and you take the risk of being judged.

Great minds often suffer from this outsider feeling, when their thoughts are so weird (different) to everybody else. Well, history has proven that a breakthrough thought with enough strength to face the fears of change can anticipate evolution. How weird was considerer the practice of exhuming bodies two century ago? Or, you can even think about the practice of slavery that was the status quo for so long, until someone stood out!

To finish, I challenge you to try to be remarkable and to break the rules in which and every way you can, if it helps you to evolve. Stop being afraid of other people judgement, look at the world like infinite possibilities. Be remarkable in your personal life, in your job, in the way you approach others. Leave your personal touch in everything.

“What you do in life, echoes in eternity”

My favourite quote


domingo, Julho 23, 2006

 

Expectativas

Fui ontem ver o Pirates of the Caribbean - Dead Man's Chest, um dos filmes mais aguardados da época e sobre o qual existia mais alarido.

Estava ansioso para o ver, talvez pelo sucesso do primeiro e a especulação feita pela comunicação que este era muito melhor, ou talvez tenha sido a pura curiosidade de ver como andava Jack Sparrow. As minhas expectativas eram bastante elevadas, e não sei se com elas, também não estaria a minha exigência para com o filme.

Posso dizer que gostei e que sim é um filme interessante, mas a verdade é que me desiludiu imenso. E porquê? Simplesmente porque tinha imaginado que seria genial ou pelo menos tudo aquilo que a comunicação disse que seria. Mas não foi! Foi muito idêntico ao primeiro, com mais do mesmo e menos de Jack Sparrow, esse sim, a verdadeira pérola deste filme.

Moral da história - Quando maior a expectativa, mais exigentes nos tornamos para com um produto ou serviço, e maiores são as possibilidades de ele nos desiludir. Nunca comunicar algo que o serviço não consiga corresponder.

sexta-feira, Julho 21, 2006

 

Paracetamol pode destruir o fígado

"O medicamento mais vendido sem receita médica, o paracetamol, provocou, nos últimos três anos, meia centena de reacções adversas em Portugal e foi recentemente associado à destruição do fígado, mesmo quando tomado nas doses recomendadas.

Trata-se do paracetamol, a substância activa de vários medicamentos antipiréticos (para baixar a febre) e analgésicos (para as dores) que mais se vende no país, em termos de quantidade, segundo o Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed).

Contudo, um estudo recente realizado pela Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, e divulgado este mês no Journal of the American Medical Association (JAMA), veio revelar que mesmo quando tomado dentro das doses recomendadas, o paracetamol pode causar graves problemas de fígado, incluindo a sua completa destruição.

Os dados não surpreendem o vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG), Hermano Gouveia, para quem "não existem medicamentos inocentes". Hermano Gouveia explicou que o paracetamol é "uma boa alternativa" a alguns analgésicos e anti- inflamatórios que provocam lesões a nível do esófago, estômago e intestino. Contudo, "não há bela sem senão", e o paracetamol pode provocar lesões no fígado e, em casos mais graves, hepatites fulminantes que podem obrigar a um transplante."

Que não existem medicamentos inocentes, toda a gente sabe.

O que me faz confusão é:
  1. Será que os médicos sabem até que ponto o paracetamol é nocivo, ou sabem aquilo que lhes é dito pelo respectivo delegado de propaganda médica? Se como era de seu dever, o sabem, porquê que o prescrevem por tudo e por nada?
  2. A entidade que autoriza o medicamento para o mercado, fá-lo baseada em quê? Em estudos rigorosos como o que agora nos apresenta estes dados? Ou em estudos que servem interesses?

My guess is that money worth more than people in our days.


quinta-feira, Julho 20, 2006

 

Que belo serviço

Esta semana ajudei a montar um showroom num hotel em Lisboa. Assim que entramos na sala reservada, verificámos que estava com objectos a mais. Até aqui, No Big Deal, mas quando me desloquei à recepção para pedir que os retirem, obtive a seguinte resposta - OH AMIGO, MAS VOCÊ ACHA QUE EU TENHO AQUI MAIS ALGUÉM SÓ PARA TIRAR AS COISAS DA SUA SALA?. A minha vontade era "enfiar" um livro de marketing na cabeça deste senhor, que me deixou completamente espantado com a forma como lida com os clientes. Mas como era mais importante resolver o problema, até sugeri sermos nós - OS CLIENTES QUE PAGAM O SERVIÇO, a remover os pesados objectos, ao que ele me respondeu - FAÇAM O QUE QUISEREM, DEIXEM A UM CANTO QUE DEPOIS AMANHÃ TIRAMOS.

What's Wrong with this picture?

O recepcionista? O Hotel? A falta de atenção? O serviço todo?

Enfim, certamente um hotel a ignorar para futuros showroom's.

quarta-feira, Julho 19, 2006

 

Sistema de saúde nacional bate espanhol

"O Sistema Nacional de Saúde (SNS) de Portugal ocupa o 16.º lugar do «ranking» Europeu, cujo líder é a França, ficando à frente de países como Espanha e Grécia.
Na elaboração da tabela, a organização «Health Consumer Powerhouse» teve em conta 28 indicadores concretos de cinco grandes categorias, direitos dos doentes e informação, tempo de espera para tratamento, resultados, níveis de comparticipação e acesso ao medicamento.

Na análise ao Sistema de Saúde português o relatório indica que, apesar de não ser tão avançado quanto o espanhol, melhorou bastante na mortalidade infantil e forneceu melhor informação do que o país vizinho."

Notícia no Correio da Manhã

Sempre achei interessante averiguar a forma como os jornalistas divulgam a informação e o quanto o tom incutido na sua escrita pode diferenciar a interpretação do leitor. Notem que a primeira impressão que ficamos é a de que o nosso sistema de saúde é bom, visto que o título nos diz que é melhor que o Espanhol e o conteúdo diz-nos que melhoramos imenso em relação ao país vizinho.
No entanto, esta notícia podia ter um tom completamente diferente, como um título como - PORTUGAL COM SISTEMA SAÚDE PIOR QUE 15 PAÍSES NA EUROPA, e todas as comparações divulgadas serem relacionados neste sentido. De certeza que mudava a nossa interpretação sobre o sistema de saúde nacional.

São vários os artigos escritos a um tom de optimismo e muitos outros no tom inverso.
Como é que os jornalistas determinam a forma como abordam uma notícia e decidem de uma forma "isenta" qual o caminho a dar à história, é que eu não sei.

A título de exemplo, podemos nos questionar porquê que apenas foram feitas reportagens sobre a higiene nos restaurante chineses e não em todos os restaurantes? Aposto que fechavam mais uns quantos..

segunda-feira, Julho 17, 2006

 

Press Release

Renato Póvoas destaca no seu blog Relações Públicas Sem Croquete o destino da maioria dos press release que chegam aos jornalistas - O LIXO.

De facto penso que é senso comum o excesso de PR's que os jornalistas recebem, e a falta de relevância dos mesmos. É um problema para ambos os sentidos da comunicação. Quem emite um PR com relevância arrisca-se a que o seu conteúdo nem sequer seja lido, perdendo assim o seu tempo. Por outro lado os jornalistas recebem imensas perdas de tempo, se assim lhe pudermos chamar. Neste momento, arrisco dizer que é uma via de comunicação em declínio, mas para a qual não existem ainda alternativas viáveis.

Penso que parte do problema é que apesar de muitos dos emissores saberem o que é necessário que um PR contenha, não sabem o que é relevante como informação para os jornalistas e arriscam enviar qualquer coisa.

Seria interessante que fosse debatido mais intensamente sobre como este canal de comunicação pode resultar.

 

Marketing Viral

Final do Mundial 2006 - O jogo decorre normalmente, quando de repente um dos melhores jogadores de todos tempos decide manchar a sua saída do mundo do futebol pela pior maneira. A agressão de Zidane foi vista por milhões de pessoas e todas elas criaram uma opinião, que de alguma forma explicasse o porquê daquele acto tão violento, especialmente vindo de quem veio e no sítio que foi.

Não vou comentar sobre a minha opinião sobre este assunto. Quero apenas falar sobre o fenónemo de comunicação viral que se desenvolveu imediatamente após.

Em primeiro lugar, a word-to-mouth que se gerou foi enorme. Penso que quase toda a gente comentou com alguém e debateu as possíveis justificações. Resultado = milhões de pessoas "atingidas" por esta informação.

O fenónemo a seguir foi a criação de jogos em flash ou outros formatos, nos quais permitia encarnarmos o Zidane e irmos soltando cabeçadas até levarmos um vermelho. Estes jogos, pela sua graça e por serem relacionados com um tema que toda a gente fala, viram-se a ser divulgados a uma velocidade inacredítavel por email. Arrisco dizer que quase toda a gente já o viu ou jogou. Mais uma vez a comunicação e ligação a este assunto foi ampliada.

Por fim, foram vários os meios tradicionais que exibiram e escreveram sobre esta agressão. Para não falar nos programas desportivos que comentam habitualmente o futebol, que fizeram deste tema o assunto principal da sua agenda.

Resultado Geral - Um sucesso do ponto de vista da divulgação. Pena ter sido pelas razões que foi.

A comunicação viral é um fenónemo não controlado, mas que poderá ter um impacto gigante na forma como a nossa mensagem se propaga. São várias as empresas que começam a dar os primeiros passos na tentativa de criar algo que seja viral ao ponto das pessoas falarem e divulgarem. O mais comum tem sido a criação de vídeos engraçados ou interessantes e fazer upload para o Youtube ou o Google videos.

Uma técnica a considerar, sem qualquer dúvida.

quinta-feira, Julho 13, 2006

 

O Futuro da Língua

Esta semana tive uma conversa sobre o futuro da língua universal. Então, dois pontos de vista sobressaíram. O que será mais importante, a língua ou a comunicação?

Esta situação ocorreu durante um seminário, no qual a primeira parte seria com oradores estrangeiros (que como tal iriam fazer a sua apresentação em inglês) e a segunda com portugueses, que falariam na sua língua materna.

Foi então me deparei com um senhor que se recusou a assistir à primeira parte, pois os oradores não iriam falar em português. Se acha que era por o senhor não saber inglês, engana-se, pois ofereci-lhe tradução para português à qual ele recusou! Foi a sua forma de apresentar um protesto pelos princípios que defendia.

Segundo as suas teorias, se estamos em Portugal, devemos respeitar a cultura local e como tal, falarmos a língua do país. Ou seja, se formos a Espanha deveremos falar espanhol, na Rússia deveremos falar russo, na China mandarim, e assim sucessivamente.

Não posso dizer que não compreendo a teoria do senhor (excepto quando ele me diz que a língua do futuro será o português) e até a respeito. No entanto, o que será mais importante. Será que o orgulho e o patriotismo devem sobrepor-se à comunicação? Será que isto não nos torna seres intolerantes e incompreendidos. Cada vez mais se luta para uma eliminação das barreiras entre os países. Será que a língua também será uma delas?

Não considero que o mais importante seja o comunicarmos na língua do país que visitamos. Penso que isso demonstra respeito pela cultura, pelo país, pelas pessoas; no entanto, acho impossível, aprendermos as mil e uma, línguas que existem por tudo o Mundo. Assim, penso que devemos ser tolerantes e acima de tudo tentarmo-nos compreender uns aos outros, evitando que mentes patriotas destruam o poder de uma língua em comum, seja ela o inglês, o português, o espanhol ou o mandarim.

Ah, guess what, este senhor era brasileiro….


Nota: Este post é da autoria da colaboradora Katia.

 

Mandarim torna-se língua obrigatória

O Brighton College, uma escola particular situada no sul de Inglaterra, irá tornar-se na primeira escola secundária do país a tornar obrigatório o estudo do mandarim para os seus 1200 alunos. Esta medida, que colocará esta língua em pé de igualdade com o francês, começará a ser aplicada já no próximo ano lectivo. De acordo com o director do colégio, Richard Cairns, esta decisão prende-se com a “necessidade de adaptação à influência inexorável da economia chinesa no mundo”.
“Um dos meus papéis é assegurar que os alunos do Brighton College estejam devidamente preparados para enfrentar as realidades do século XXI, ou seja, para enfrentar o novo mundo e não o antigo”, explica Cairns. Para isso, diz, “um melhor conhecimento da língua e da cultura chinesas constituirão vantagens enormes para estes alunos”.
A fim de dar o exemplo, o director decidiu ele próprio inscrever-se no curso de mandarim.

FONTE: http://www.apagina.pt/arquivo/Artigo.asp?ID=4388




 

Self Denial..


Simplesmente genial!

quarta-feira, Julho 12, 2006

 

Lições de futebol..

Todas as semanas vou jogar futebol salão com os meus colegas de empresa. Até aqui, nada de anormal, visto que é prática comum para criar laços pessoais que resultem em boas relações no trabalho. O problema é que por diversas vezes não comparecem todos os jogadores e somos "obrigados" a jogar jogos de 3 contra 4 ou 5 para 4.

Estes jogos começam e terminam quase sempre da mesma forma, sendo que a equipa com menos jogadores, habitualmente perde. O curioso é que nos primeiros 20 minutos, o jogo é bastante equilibrado ou até é normal que a equipa com menos começe a ganhar, fenónemo só explicável porque a equipa de 3 tende a ser constituída pelos melhores jogadores. Estes conseguem por alguns instantes serem o equivalente a 4 ou mesmo 5 jogadores, através da sinergia criada pelo seu talento, mas com o decorrer do jogo são vencidos pelo cansaço e pela reacção da equipa contrária que consegue organizar-se e neutralizar as mais-valias desequilibradoras que a equipa com menos jogadores apresenta.

Em analogia ao mundo empresarial, podemos imaginar cada jogador como um recurso e o campo como o seu meio envolvente. Uma empresa que tenha menos recursos terá obrigatoriamente de criar sinergias entre eles e tentar se adaptar da melhor forma para vencer em determinado mercado. Imaginando que neste mercado em particular, a mesma concorre com empresas que possuem mais recursos, normalmente é só uma questão de tempo até a empresa menor ser vencida.

Voltando ao futebol, reparaste que escrevi em cima, que " a equipa com menos jogadores, habitualmente perde", o que quer dizer, que de vez em quando ganha. Posso dizer que ganha quando: faz uma boa gestão do esforço, não correndo desalmadamente atrás da bola; ataca pelo lado onde a outra equipa tem piores jogadores; cria espaços e linhas de passe frequentemente; usa o melhor jogador para desequilibrar e acima de tudo dedica-se de corpo e alma ao jogo.

Em analogia, uma pequena empresa pode vencer num mercado se o estudar bem e souber qual a melhor forma de actuar, não gastando recursos sem necessidade ou que não tenham retorno; aproveitando as oportunidades e neutralizando ou adaptando-se às ameaças; criando sinergias para compensar as suas fraquezas; aproveitando as suas forças; sendo pro-activa e acima de tudo, quando se dedica de corpo e alma ao jogo que é o mercado.

Nem sempre menos são mais, nem vice-versa.

terça-feira, Julho 11, 2006

 

Como diferenciar um blog?

Continuando o post - We all look alike.

O conceito de diferenciação e a sua necessidade impõem-se como cruciais para sobreviver e vencer. Como é então possível para os bloggistas se fazerem notar e conseguir uma audiência fiel ao seu conteúdo? Não é uma resposta simples nem muito fácil, mas vamos supor que é por:
De certeza que existem muito mais formas de um blog se ir tornando notável, mas essencialmente a mensagem que quero deixar é "Content is King" mas sozinho e só por si pode muito bem não ser suficiente.

 

The computer is personal again..


 

Nivelar por baixo..

Excelente post a exemplificar o crescente fenónemo de low standarts - You ain't gonna learn what you don't want to know.

segunda-feira, Julho 10, 2006

 

We all look alike..

Todos os dias nascem milhões de websites e blogs. Com eles nascem também novas escolhas e possibilidades para o utilizador dedicar a sua atenção e tempo. Hoje em dia mais que uma questão de saber onde procurar, existe sim a questão de como filtrar as ofertas e de saber a qual é que iremos nos dedicar (do ponto vista do utilizador). Por esta altura procurar qualquer assunto no google e apenas obtermos uma referência sobre ele, não é sorte, é um milagre.

Por este simples facto, chegamos (do ponto vista do publicador) a um grave problema para quem quer que a sua opinião/oferta/serviço/whatever seja notada e que tenha tráfego suficiente para rentabilizar o tempo e dinheiro investidos nesse projecto, que é - WE ALL LOOK ALIKE.

Como se destacar neste infinito que é a Internet, onde as opções são verdadeiramente globais para a maioria dos casos?

O conceito de diferenciação e a sua necessidade impõem-se como cruciais neste mundo, como forma a sermos notados e a sobrevivermos.

To be continued..

 

Advertising for the Lions

Este anúncio foi premiado recentemente no festival de Cannes, com um Leão de Ouro na categoria de Film. Simplesmente Genial.

Synopsis:

"Three young men at a bar drink Guinness. Suddenly the action pauses and the film starts to play in reverse. The men walk backwards out of the bar. As they walk they seamlessly go back down the evolutionary chain through hundreds, thousands, millions of years. Super: GUINNESS. Good things come to those who wait."

Category: Alcoholic Drinks

Title: NOITULOVE

Advertiser: GUINNESS

Advertising Agency: ABBOTT MEAD VICKERS.BBDO


domingo, Julho 09, 2006

 

Ética Profissional..

Ao ler a seguinte proposta de trabalho para FreeLancers - Clicks To Links Needed, só posso dizer que é lamentável que a falta de ética em alguns profissionais, possa prejudicar e por em causa todo um sistema de publicidade online como o - Google Adsense ou outros semelhantes.

Apesar de ser um sistema bastante decente para rentabilizar os espaços online de diversos sites e blogs, é bastante mais fácil arranjar estratégias como esta, incentivando quem quiser a troco de dinheiro a clickar diversas vezes (gerando rendimento para uns e perda para outros) e pondo-se em mãos alheias a responsabilidade e as consequencias legais deste tipo de actos.

Uma falta de integridade e ética, para a qual espero que o Google esteja seriamente a desenvolver uma solução.



 

Mundo de Ilusões..

A Publicidade é um mundo de meias e falsas verdades, mas acima de tudo, de muitos interesses. Não consigo pensar em mais nenhuma actividade onde o ditado " com papas e bolos se enganam os tolos" se pudesse aplicar melhor.

Com isto não quero dizer que é uma ferramenta de comunicação inútil, quando no mínimo é a melhor maneira de massificarmos uma mensagem ou uma marca. O que digo, é que é sobrevalorizada e paga a peso de ouro, quando comparada com outras.

A publicidade pode ter diversos objectivos, mas de uma forma geral, o principal é sempre o mesmo - ajudar a empresa a vender mais. O engraçado neste mundo é o quanto distante estamos da medição desta mesma relação, ou seja, o quanto é que a publicidade me ajudará a vender mais? Se atingir 500.000 pessoas com uma mensagem publicitária a ilustrar e salientar o meu produto, será que ele vende mais? Talvez não. Talvez sim. O consumidor é uma caixa de pandora. Apesar dos diversos estudos que procuram "rotular" o consumidor, agrupando-o por comportamento compra, lifestyle, classes económicas, sexo, idade, cultura, etc, como se desta forma o compreendessemos e as nossas campanhas fossem infaliveis, este conhecimento só por si, não é suficiente. Não sei como reagem e o que sentem no seu subconsciente quando entram em contacto com a campanha. E como não sei eu, não sabe niguém, muito menos os criativos que desenvolvem as campanhas. Então como é que é possível gastar-se tanto dinheiro em publicidade?

A resposta está intimamente ligada ao quanto a maioria dos profissionais exige da sua campanha. E infelizmente, a notoriedade continua a ser a grande métrica utilizada pelos mesmos. Se a campanha criar notoriedade, então é porque funcionou. Esta meia verdade até pode não ser uma completa mentira, consoante os objectivos. Mas uma campanha deveria sempre funcionar da seguinte forma: Captar Atenção - Despertar Interesse - Provocar Desejo de Compra - Aquisição, e como tal deveria ser avaliada por todos estes critérios. Quantas pessoas foram "atingidas"? O que acharam, que emoções despertámos? Pesquisaram sobre o produto? Compraram?

No mundo offline este tipo de respostas é muito dificil de obter e acima de tudo perde-se muito tempo e dinheiro a encomendar estudos de mercado, que até podem ter respostas que não reflictam a verdade.

As agências também preferem que não as julguemos pela sua eficácia real, mas sim pelo quanto criativos e inovadores conseguem ser. Muitas delas, completamente afastadas da realidade do que o consumidor realmente gosta e quer ver. Que nem os "leões", também a fama e o histórico são factores de peso, e são esses que diferenciam uma de outra. Talvez o futuro diga se estão certas e se as campanhas realmente foram uma ajuda ou mais um peso no orçamento. O que digo é que andam cegos a indicar o caminho a surdos.

Espero que com as possibilidades deste mundo de bits possámos obter um entendimento mais real e que permita uma evolução do padrão habitual de actuação dos profissionais.

sexta-feira, Julho 07, 2006

 

Somos mesmo pequeninos...

-"O Grupo de Estudos Técnicos da FIFA tomou a decisão e deu ao jogador Lukas Podolski, da Alemanha, o cobiçado prêmio Melhor Jogador Jovem Gillette. Escolhido de uma lista de seis nomes talentosos, o atacante do FC Colônia se torna o primeiro vencedor do prêmio Melhor Jogador Jovem Gillette de uma Copa do Mundo da FIFA."-

Só para que a malta desta nossa pequenice à beira mar plantada saiba, o Cristiano Ronaldo liderou as votações para o mesmo prémio por mais de 20.000(e são mesmo vinte mil ...) votos sobre o segundo lugar(no site da FIFA) que nem sequer era o alemão(sem lhe querer tirar mérito), mas um jovem equatoriano chamado Valência.

Isto para demonstrar quão absurda esta miserável federação mundial de futebol, que devia (supostamente) ser imparcial, é na realidade.

As grandes potências mundias têm de vingar em tudo...

No fim, o que interessa é que para nós eles são heróis.

Yours trully...

 

Besta ou Bestial?

A nova campanha de marketing da Sony a divulgar a mais recente linha de PSP, está a dar que falar e já levantou alguns sons de revolta e protesto. Tudo porque a imagem desta campanha é como podem ver ao lado, passível de ser interpretada como racista. Até ao momento está a ser divulgada em paises como Holanda, Bélgica e Alemanha, estando a marca a ponderar em suspender a entrada da campanha em outros países.

A Sony, defende-se, afirmando que a campanha é apenas para ressaltar o ´contraste´ entre as duas linhas do PSP e que não há nenhuma intenção racista no anúncio utilizado.

Eu acho que a polémica é uma estratégia bastante arriscada em comunicação, mas que pode resultar e ampliar a eficácia da comunicação, pelo menos no que diz respeito ao número de pessoas que a mensagem atinge. É como um vírus que se espalha a uma velocidade incrível, permitindo a um número muito superior de pessoas às quais a sony pagou para atingir, verem a sua campanha. É bom é mau? É algo que só os volumes de vendas da PSP white e alguns estudos de mercado poderão esclarecer.

 

The Great Whiteboard

Nas minhas habituais pesquisas pela web, descobri o que se pode chamar do "the great whiteboard". Uma ferramenta já usada no dia a dia das empresas, mas que agora passa para a net e proporciona assim várias possibilidades de trabalhar à distancia. Os autores afirmam que é excelente para as PME's e para partilhar ideias.

See for yourself - Web Whiteboard

Pessoalmente estou curioso e com algumas dúvidas sobre a sua aplicação real no quotidiano das empresas. Mas hoje em dia, já se utilizam e desenvolvem mecanismos que facilitam a reunião à distância, podendo este ser um deles.

Veremos..

 

The "L" word


Venho aqui deixar um apontamento, para quem tiver curiosidade, sobre uma excelente série que a 2 tem vindo a transmitir há uns tempos. Chama-se "The "L" word" e dá todos os dias úteis(e não, os úteis não são os de fim de semana, são os de segunda a sexta-feira) à 00,30h.

A série contempla o quotidiano de um grupo de "amigas". Histórias de amor, vida social e intrigas... a coisa até parece bastante rotineira e sem razão aparente para ser transmitida àquela linda hora, mas não... não é nada rotineira. As amigas são todas lésbicas ou bissexuais e a série tem "bolinha" por um bom motivo. Calem-se os críticos femininos porque a série está longe de ser uma realização de fantasias para homens, embora "The "L" word" seja rica em cenas carregadas(e põe carregadas nisso!!) de erotismo (aconselho vivamente a casais com falta de imaginação!!), tem muita qualidade e tem, surpreendentemente(ou não...), vingado em todos os países onde é exibida por ser uma inspiração para a Mulher, sexualidade das senhoras da série à parte, pela forte personalidade que quase todas do casting, na série, aparentam ter.


Num país onde, embora não queiramos aparentar, a mentalidade é cada vez mais "retro", "The "L" word" promete ser mais um pé de cabra a querer abrir um pouquinho esta "cabeça fechada" a tudo que é diferente em Portugal, em particular, e em (quase) todo o resto do mundo.

Dêm uma espreitadela no site:

http://www.thelwordonline.com/main.html


E para quem ficar mais curioso, seja pelos motivos do erotismo ou simplesmente porque gostam de uma boa série americana, volto a repetir que "The "L" word" dá, todos os dias, de segunda a sexta-feira, por volta das 00,30h e cada episódio tem mais ou menos uma hora(admito que é péssimo para quem trabalha mas, podem sempre dar uma espreitadela às sextas-feiras...)...

Yours trully...

quinta-feira, Julho 06, 2006

 

Dream over... insert coin.


Não queria deixar de passar esta altura para soltar algumas frustrações(minhas ou nossas... não sei) sobre esta jornada terminada no campeonato mundial.
Antes de tudo, uma palavra para os heróis, novos e mais experientes (costumo dizer que velhos são os trapos), que fizeram o verde e rubro da nossa bandeira caminhar por esse mundo fora de uma maneira sem precedentes. Obrigado Selecção!

Pergunto que raio de porcaria têm os homens da FIFA contra as nossas cores...? O mundial da Coreia e do Japão já passou há mais de 6 anos e continuamos a ser criticados e prejudicados por Media medíocres e arbitragens absurdas(como a do jogo com a Holanda). Os jogadores não são os mesmos e o comportamento (embora ainda não muito bom) não é o mesmo. Porque raio temos nós somente um jogador(Maniche) a votos para o melhor do mundial e uma selecção que jogou miseravelmente como a França tem 3 ou 4...? Tudo bem que ganharam... mas nem sequer é discutível se mereceram! Pensei que houvesse leis contra o anti-jogo?!?!...

Não vou deixar passar nem mais um pouco para dizer(como quero!!!) uma coisa que me consome por dentro... QUE RAIO FAZ O PAULETA NESTA SELECÇÃO????... Não tenho amigos nem conhecidos que tenham argumentos válidos, para além de ele ser o melhor marcador de todos os tempos da selecção(este argumento, para quem tem um bocadinho de olho para futebol, é miserável), para defender a presença daquele ANIMAL na selecção!!... E estou a falar de quem se dá ainda ao(muito pouco!!) trabalho de o defender. Passo a explicar o MEU ponto de vista:

Como é que um(chamado) ponta de lança ou matador passa duas competições oficiais(Euro 2004 e Mundial 2006) quase completas(e digo quase porque vou dar o benefício da duvida para o último jogo... é quase certo que Scolari vá optar por jogar com 10 outra vez contra a Alemanha, ou seja, com o sr. do queijo) e marca 1(um!!!!) golo em 12 jogos(sem contar com o jogo vindouro de sábado que , como já disse, ainda dou o benefício da dúvida)?? Meus amigos, mas não foram 12 derrotas?!?!? Foram 9 vitórias em 12 jogos!! Não façam confusão porque eu li um bocado antes de escrever isto e gosto de futebol(de forma nenhuma me considero um entendido...), o Pauleta passou toda a fase de grupos do Euro 2oo4 e mais 45 minutos para fazer o primeiro remate à baliza... Não marcou um único golo durante toda a competição!!! Agora, no mundial, fez um golo contra a selecção de Angola, que tem uma defesa bem a baixo da média(sejamos sinceros), e acabou-se! Foi substituido em todos os jogos, não por cansaço mas, porque não fez rigorosamente um pénis(para evitar ser ordinário) os jogos todos!!

Eu pergunto a mim mesmo que é que o Nuno Gomes fez para(quase) não por um pé no relvado em todos os jogos. Preferências clubisticas à parte, acho que toda a gente, mesmo não sendo do Benfica, consegue aperceber-se que, embora ele não seja um Matador(se é que nós temos algum), é MUITO mais produtivo o seu trabalho para a selecção!! Ou ao menos o Postiga, porra!!! O raio do Pauleta é que não!!!

Ele é, de facto, o melhor marcador de todos os tempos da selecção... mas marca 1000 golos contra a Bósnia-Sul B, mais 1500 contra o Azerbeijão C e tem, "prá aí", mais 200 jogos que o Sr. Eusébio com a camisola das quinas... metem-lhe uma defesa(minimamente) decente à frente e o estúpido não faz rigorosamente nada!! Deixa-me de rastos ver aquele gajo com uma chuteira nos pés.

Termino com uma nota de parabéns para a nossa selecção mas desapontado com o Filipão por insistir naquela imensa nulidade futebolística que é o homem do queijo...

Yours trully...

 

Onde está o Wally?

Recentemente deparei-me com um blog de comunicação de marketing, com post interessantes e alguns pensamentos que constatam a realidade profissional desta área.

Deixo em baixo o que me chamou mais a atenção: MarkComms: Onde está o Wally?

Luis Rasquilha, salienta o quanto as empresas vivem afastadas da realidade do que motiva a compra dos consumidores.

Vale apena perder uns minutos a ler..

 

Pérolas do Ensino Português 1.3

Algumas das melhores respostas dadas nos Exames Nacionais:

EXAMES

- A febre amarela foi trazida da China por Marco Polo
- Os ruminantes distinguem-se dos outros animais porque o que comem, comem duas vezes
- O coração é o único órgão que não deixa de funcionar 24 horas por dia
- A arquitectura gótica notabilizou-se por fazer edifícios verticais
- A diferença entre o Romantismo e o Realismo é que os românticos escrevem romances e os realistas nos mostram como está a situação do país;
- As múmias tinham um profundo conhecimento de anatomia;
- Na Grécia a democracia funcionavam muito bem porque os que não estavam de acordo envenenavam-se
- As plantas distinguem-se dos animais por só respirarem à noite
- Os estuários e os deltas foram os primitivos habitantes da Mesopotâmia
- A caixa de previdência assegura o direito à enfermidade colectiva
- A respiração anaeróbica é a respiração sem ar que não deve passar de três minutos
- Calor é a quantidade de calorias armazenadas numa unidade de tempo- Antes de ser criada a Justiça, o mundo era injusto

 

Sonhos perdidos..

Quanto mais alto estamos, mais alta é a queda. Grande verdade e infelizmente o quanto doi ver os nossos sonhos de campeões mundiais desvanecerem por entre 90 minutos de sofrimento. Comentar que foi justo ou injusto faz muito pouco sentido agora que tudo acabou. Talvez para jogadores que tanto se esforçaram e que conseguiram verdadeiras proezas dignas de serem faladas em tempos vindouros, tenha sido injusto. Estes "heróis" nacionais deram-nos muitas alegrias e momentos inesquecíveis, não só no Mundial 2006 como também no Europeu 2004, e penso que isso tem mais significado que um ou outro jogo de azar ou pouca sorte.

Da minha parte, quero agradecer a todos os jogadores e equipa da selecção, por me terem deixado sonhar e viver momentos únicos de alegria.

Espero que futuramente, rompamos com a tradição e mostremos ao mundo que somos um pequeno país mas com muito talento por metro quadrado.

quarta-feira, Julho 05, 2006

 

A arte de Blogar..

Falar em inovações proporcionadas pela Internet e não mencionar o Blog é quase sacrilégio. Esta ferramenta permite a cada blogger (índividuo que gere um blog) ter o seu próprio espaço de publicação, dedicado ao tema que bem quiser e apetecer. O objectivo será sempre o de ter alguns leitores ou alguém com quem partilhar os seus pensamentos, interesses, etc.

No entanto, cada vez mais o blog vira-se para uma vertente comercial, vendo o seu tráfego como um potencial meio de receita. Não condeno, até porque para o marketing é uma excelente forma de dirigir uma mensagem a um público específico e acaba por ser uma win-win situation, pois os leitores são expostos exclusivamente a anúncios relacionados com o tema geral do blog.

Como não vos quero deixar por fora, ponho aqui algumas sugestões de como criarem o vosso blog, e os sites a que se devem dirigir para aprender um pouco mais:

1- Criar um blog simples é fácil, podem se dirigir a Blogger e seguirem as instrucções.
2- Aprofundar os vossos conhecimentos sobre os blogs, ler E-book Seth Godin Download whos_there.pdf
3- Informação a ter em conta: How to get traffic for your blog
4- Se quiserem levar o vosso blog para a vertente comercial, podem consultar o site Problogger.

Se tiverem algum dúvida ou questão que eu possa ajudar, enviem-me um email.

 

Pérolas do Ensino Português 1.2

Algumas das melhores respostas dadas em testes de Português:

Português

- Parêntesis é o grau da família que existe entre os pais e filhos, tios e sobrinhos, avós e netos, primos e primas, etc
- Preposição, conforme diz a palavra pela sua própria entomologia, é aquela que é colocada antes da outra que é mais importante
- Conjunção é a grafia que se usa quando se quer conjugar um verbo
- Sujeito é a pessoa com quem a gente fala
- Concordância é quando nós estamos de acordo com o que o outro disse

 

Investimento de 1500 milhões

"A proposta do Agrupamento Eólicas de Portugal à fase A do concurso para atribuição de potência eólica prevê um investimento global de 1,51 mil milhões de euros e a criação de 1.800 novos postos de trabalho.
O agrupamento constituído pela EDP, Finerge, Generge, Térmica Portuguesa e pela Enercon garante, com a proposta ontem apresentada, que Portugal “passará a dispor de um projecto industrial, que disponibilizará a produção e a oferta” da totalidade dos componentes e serviços “necessários à instalação e à posterior operação de um parque eólico”. O grupo, que concorre à atribuição de entre 800 a mil megawatts de potência eólica, prevê a construção de quatro fábricas em Viana do Castelo com soluções tecnológicas promovidas pela Enercon, que visa criar ainda “um centro de competências de primeira linha em Portugal”, ou seja um «cluster» industrial, “competitivo e de referência a nível mundial”, disse aos jornalistas o responsável pelo consórcio, Aníbal Fernandes. No âmbito do «cluster» está prevista ainda a criação de outras três fábricas de raiz – uma delas do grupo alemão Saertex – e a agregação e ampliação de diversas unidades industriais portuguesas, acrescentou.
Para além das fábricas, o projecto do AEP prevê a produção e instalação de 48 parques eólicos, situados essencialmente nas regiões Norte, Centro, Oeste, Lisboa e Algarve. Esta distribuição garantirá uma maior harmonia na injecção de energia na rede, garantiu Aníbal Fernandes."


Uma notícia para aumentar a confiança na nossa economia..

terça-feira, Julho 04, 2006

 

Its the end of the world has we know it..

Longe vão os tempos áureos da rádio, onde o mesmo era uma das principais formas de comunicação no mundo e como tal, reunia a granda fatia do bolo do investimento em publicidade feito pelas empresas.

Rapidamente foi ultrapassado pela televisão, visto este último ser um meio que concentra mais audiências e que permite conteúdos mais completos e interessantes (este último adjectivo é altamente discutível). Assim sendo, a maioria do investimento em publicidade passou a se concentrar na televisão.

Actualmente estamos no tempo da internet, onde grandes mudanças estão para acontecer ou já estão em curso e onde tanto a televisão como a rádio têm os dias contados. Se pensarmos que cada pessoa é exposto a mais de 3000 estímulos publicitários por dia, e onde a grande maioria não estão minimamente relacionados com o que ele quer ou precisa ou está interessado, é fácil entendermos o porquê de a publicidade ser cada vez mais ignorada.

A Internet permite a cada índividuo se expor ao que ele quer. Visitando os sites que estão relacionados com os seus interesses, só irá visualizar as mensagens publicitárias que estão relacionadas com os mesmos e que consequentemente lhe são apelativas e mais eficazes do ponto de vista do anunciante. É falar com quem quer ouvir, e não impor o que dizemos a toda a gente indiscriminadamente.

A queda do império das audiências da Televisão é um fenónemo previsível, talvez não a curto prazo, devido às fortes raízes culturais e devido também ao facto que os cibernautas são muito poucos, comparativamente. No entanto é de salientar que os utilizadores da internet crescem vertiginosamente de ano para ano.

A web é já um meio de comunicação que consta em todas as ferramentas de comunicação das grandes empresas mundiais, pois é demasiado importante para alguém se dar ao luxo de a ignorar. Irá alterar o nosso mundo, radicalmente.

Uma das principais inovações é o Podcast (Learn to Podcast). Podcasting, permite a cada índividuo ter as suas preferencias online e poder aceder às mesmas em qualquer lado. As listas poderão também ser partilhadas ou sobrescritas por outros indíviduos. Não precisamos mais de ver ou ouvir o que alguém quer que oiçamos ou vejamos, mas sim o que queremos e gostamos, sem interferencias. Por esta altura devias estar a pensar, no quê que isso é diferente de um leitor de cd's ou de ouvir música numa playlist definida por ti. A grande diferença é que podes partilhar e aceder em qualquer altura e qualquer lugar. Não tarda, que possas sintonizar no teu rádio do carro uma frequência onde esteja a ser emitida a tua playlist.

Só para resumir:
  1. Televisão e rádio vivem do investimento publicitário.
  • O retorno desse investimento é dificil de medir.
  • Os consumidores ignoram os anúncios nestes meios.
  • Esta comunicação é cada vez menos eficaz.
  • Os anunciantes cortam nos custos de comunicação.
  • A televisão e a rádio não sobrevivem sem este investimento.

2. Investimento publicitário na Internet

  • Cada vez mais cibernautas
  • Custos comunicação muito mais reduzidos.
  • O retorno é fácilmente medido.
  • Comunicação dirigida, personalizada e eficaz.

Draw your own conclusions..


segunda-feira, Julho 03, 2006

 

Pérolas do Ensino Português 1.1

Algumas das melhores respostas dadas em testes de Ciências em Portugal:

Ciências:

- Ecologia é o estudo dos ecos, isto é, da ida e vinda dos sons
- Solo é quando numa orquestra um dos músicos "capricha" sozinho e os outros ficam à escuta
- Assexuada é a pessoa que não está nem do lado de cá nem do lado de lá
- Trompa de Eustáquio é o instrumento musical de sopro, inventado pelo grande músico belga Eustáquio, de Bruxelas
- Newton foi um grande ginecologista e obstetra europeu que regulamentou a lei da gravidez e estudou os ciclos de Ogino-Knaus

 

O Poder de quem reclama..

Qualquer livro de gestão ou marketing salienta o facto do quanto as reclamações dos clientes são importantes, ou que "a reclamação é a última oportunidade dada pelo cliente à empresa". No entanto são várias as empresas que as ignoram e preferem fingir que está tudo bem com o seu serviço. Podemos verificar como exemplo, a Netcabo que presta um serviço miserável e mal organizado, onde apesar das milhões de reclamações efectuadas, eles continuam a manter o mesmo tipo de serviço (and that my friend is a huge mistake).

Existem várias consequências possíveis ao ignorar um consumidor que reclama, desde a simples comunicação negativa, espalhando no seu grupo de influência o quanto é mau o serviço, até num caso mais grave e raro, o cliente agir de propósito para prejudicar a empresa.

Na imagem que vemos ao lado (este Audi esteve estacionado em frente ao stand da marca em Almada) passa-se exactamente isso, ou seja, o cliente insatisfeito prejudica a empresa, manchando a marca da mesma. Para quem não sabe, custa muito dinheiro elevar uma marca ao estatuto da mencionada, e os custos dos actos do comportamento de clientes como este são também bastante elevados. Não serão menores os custos por melhorar o serviço e resolver um a um os problemas dos clientes, do que os custos de deixar as coisas andar? (No brainer question)

sábado, Julho 01, 2006

 

A dois passos de um sonho!!

Minha Nossa Senhora! Ainda estou em estado de nervos (e escrever sem unhas também é complicado...) com este jogo dos nossos gigantes! Diziam os ingleses que o Figo estava velho... que bom mesmo era o Terry... que o Peter Crouch era o sr das alturas! "Fuck Off!" como disseram os biffs irritados durante todo o jogo...

Meus amigos, lá os papámos outra vez!

Para quem não acredita, está aí a resposta! Os dois Ricardos foram enormes. Cristiano jogou como se não houvesse amanhã... mas é de facto complicado marcar golos com uma equipa que defende tão bem(e com nove homens na área... o Crouch era o único à frente)! Portanto penaltys para toda a gente... e como ao "nosso" homem das redes não apetecia marcar, vá de defender (quase!!) tudo e esperar que os outros marquem... Pareceu-me muito bem. GRANDE Ricardo! és O herói outra vez!


A lotaria dos penaltys caiu-nos bem! O bifinho está digerido... um atentado coração, mas enquanto for assim, não faz muito mal.

Cá vamos nós para as meias. Contra o Brasil ou França, já não interessa, o que nós queremos é a vitória! Estamos a dois passos de um sonho que começou há 2 anos...

P.S-» A pipa ja começou a marcar... mas também ja não pesa 96 kg! Admito que falei antes do tempo. Quanto ao sr do queijo, não mudo nem uma linha, e ainda acho que o que escrevi é pouco!

Yours Trully...

 

1º Exemplo de Vídeos do Passatempo Shakira



Deixo-vos aqui um exemplo do tipo de vídeo aceites no passatempo Shakira!

 

Hips don't lie



Esta senhora sabe mexer as ancas como ninguém. No entanto se alguém me quiser provar o contrário, pode gravar um vídeo e enviar-me que se for melhor que ela, eu coloco aqui no blog!

sexta-feira, Junho 30, 2006

 

E-impessoalidade..

E-commerce,E-business,E-leaning, E-Work, E-impessoalidade!

A internet é por si só um meio potencializador de E-volução. A passagem de átomos a bits é cada vez mais uma realidade, sendo que actualmente lidamos e dependemos mais com e de tecnologia do que com e de pessoas reais (ao vivo e a cores). As empresas tendem a substituir todos os processos que dependem de mão de obra humana, por sistemas automáticos que têm por vantagem um custo muito menor. Este fenónemo abrange desde todos os sites online onde um código html ou outra qualquer linguagem de programação, se dirige a mim e diz-me "bom dia Renato", não porque entende o que isso quer dizer, mas porque assim está definido que seja, a linhas telefónicas que me resolvem os problemas sem precisar falar com um operador. O que me transmite este tratamento personalizado e automático? A mim nada. Não é uma voz humana, não é dito nem pensado com sentimento, nem me transmite nenhuma reacção emotiva, não é pessoal!

Se pensarmos de uma forma generalista, porque frequentamos determinados sítios ou vamos a x ou y restaurante, muitas das razões prendem-se a um sentimento de bem estar, proporcionado na grande maioria das vezes pela excelência do serviço proporcionado pelos pessoas que nos atendem. O cliente ainda valoriza as relações humanas, apesar de estarmos cada vez mais afundados num mar de bits.

A internet é impessoal e isso é algo que ninguém deve ignorar ao utilizar as diversas ferramentas proporcionadas por a mesma.

 

Pérolas do Ensino Português 1.0

Algumas das melhores respostas dadas em testes de Geografia em Portugal:

Geografia

- A capital de Portugal é Luiz Boa
- O principal rio nos Estados Unidos é o Mininici
- A Geografia Humana estuda o homem em que vivemos
- Na América Central há países como a República do Minicana
- A Terra é um dos planetas mais conhecidos no mundo
- As constelações servem para esclarecer a noite
- As principais cidades da América do Norte são Argentina e Estados Unidos

 

Sistema Pagamento Online..

O Google afirma-se cada vez mais como uma superpotência no mundo da Web. Que nem Newton, Da Vinci ou outro de qualquer dos famosos inventores da nossa história, que desenvolveram inovações com um forte impacto e que resultaram em mudanças radicais no mundo, também o google se afirma como um agente de transformações, lançando conceitos na web completamente inovadores e sobre os quais posso afirmar que vão alterar muito a forma como vivemos ou trabalhamos.

Alguns exemplos:
Google Maps
Google News
Google Finance
Google Labs

O seu último conceito é o Google Checkout, um sistema que vai permitir pagar qualquer coisa na web, um pouco à semelhança do Paypal.

Por fim, podem ver aqui Mundo Futuro, o que nos espera com a evolução das tecnologias.

quinta-feira, Junho 29, 2006

 

Pérolas do Ensino Português..

Numa vertente menos séria, vou dar ínicio a uma pequena série de posts que apresentam algumas das melhores respostas, já alguma vez dadas no ensino português. Estas séries são organizadas por temas ou anos escolares.

Assim:

História

- A História divide-se em 4: Antiga, Média, Moderna e Momentânea (esta, a dos nossos dias)
- O Hino Nacional Francês chama-se La Mayonèse
- Tiradentes, depois de morto, foi decapitulado
- Entres os índios da América, destacam-se os aztecas, os incas, os pirineus, etc.
- No começo os índios eram muito atrasados mas com o tempo foram-se sifilizando
- Com a morte de Jesus Cristo os apóstolos continuaram a sua carreira
- Entre os povos orientais os casamentos eram feitos "no escuro" e os noivos só se conheciam na hora h.

 

Imparcialidade Jornalística..

Como prometido, este post vai abordar parcialmente os (infelizes) comentários do jornalista Paulo Camacho, mas também vou expor uma situação que nos afecta a todos nós diariamente - o poder dos media.

Em primeiro lugar, quero só relembrar ao senhor Paulo Camacho que ele é jornalista. Como tal, tem um código de conduta e ética a respeitar e no qual "opiniar imparcialmente" está incluído. Os jornalistas deverão ser veículos da informação, onde o seu trabalho é transmitir a mesma ao público sem qualquer influência ou juízo de valor, feito por si. Claro que qualquer pessoa têm direito a opinar e que a sua opinião receba o mesmo respeito como qualquer outro, mas no caso dos jornalistas, é importante realçar que a sua opinião chega a x milhões de índividuos que podem ou não ser influenciados pela mesma. Este fenónemo gera um poder excessivo para os media, podendo os mesmos serem usados para o bem ou para o mal. Quem me diz a mim, que o senhor Paulo Camacho não recebeu dinheiro para afirmar em prime time que as medidas do Sócrates são erradas? Um simples comentário destes poderá por em causa a re-eleição de Sócrates? Talvez só um, não, mas um conjunto de iniciativas deste género, talvez.

Para o público em geral o jornalista que nos aparece todos os dias no telejornal, é mais que um profissional de comunicação. É como se fosse um amigo, que vai todos os dias a nossa casa e no qual confiamos e tomamos a opinião dele sem a questionar! Esta é a diferença e a razão pela qual os jornalistas devem ser isentos, pois a sua influência é credível o suficiente para despertar erradamente opiniões e boatos que podem manchar a reputação/a marca/a pessoa/etc. Pessoalmente preocupo-me mais com jornalistas que usam o meio onde trabalham para lançar conceitos de origem duvidosa e com fins que servem interesses. Notem que bem recentemente existiu uma forte polémica com Manuel Maria Carrilho Vs Meios de Comunicação, onde ele falava de uma conspiração paga por interesses contraditórios aos seus, para iniciar uma campanha de comunicação negativa contra a sua pessoa. Será verdade? Não sei. Só sei que este tipo de acções como a de Paulo Camacho, abonam a favor da dúvida sobre o meio jornalístico.

Para vos deixar com uma ideia de como este tema é polémico, quero apenas dizer que - Só deus e os media sabem como George W. Bush foi re-eleito! (Ver Filme Fahrenheit 9/11 de Michael Moore)

 

Notícia SIC

"Ponto prévio: não gosto de José Sócrates. Não gosto do seu estilo de homem providencial, não gosto da sua arrogância que roça (ou ultrapassa?) as fronteiras da indelicadeza. Está dito e fica gravado, para que ninguém tenha dúvidas. E também não gosto - porque não entendo o alcance - de algumas das medidas que o Governo tem anunciado e Sócrates tem reivindicado, no âmbito dessa ânsia de nos colocar no pelotão da frente dos infocultos. Pergunto-me para que serve o ViaCTT, esse serviço que dá a cada um dos 10 milhões de portugueses um endereço electrónico no balcão dos correios mais próximo. Se calhar não serve para muito - para já. Ou será que tem toda a utilidade e que o problema reside em mim, na minha incapacidade para vislumbrar para além do óbvio? Confesso que só coloco a questão depois de ter tomado conhecimento, hoje, da mais recente iniciativa "socrática" no âmbito da Internet: o portal net-emprego. A Internet já cá anda há muitos anos, mas nunca nenhum governo tinha pensado (ou, se tinha, ficou-se por aí e de intenções está o inferno cheio) em colocar desempregados e empregadores em contacto, num espaço de fácil acesso de todos. E não me venham falar dos Centros de Emprego. O meu aplauso para o net-emprego ganha outro entusiasmo à luz de uma conversa recente com um amigo empresário. Grandes superfícies à parte, é o maior empregador do seu concelho. Tem porta aberta há mais de 10 anos. Já criou três dezenas de postos de trabalho - mas nunca foi contactado pelo Centro de Emprego da zona. Agora, já não precisa - basta-lhe ir à net."

Jornal da Noite SIC, Paulo Camacho

Esta notícia tem muito que se lhe diga. Como tal, irei comentar através de um novo post, a que chamarei - A imparcialidade Jornalística.


quarta-feira, Junho 28, 2006

 

Receber os Post no Email..

Com vista a facilitar a leitura do blog, criei uma maneira de seres notificado sempre que um novo post for colocado. Desta forma evitas, vires cá sem que esteja actualizado.Para te inscreveres, basta colocares o teu email na barra do lado esquerdo que diz - Notificação Email. Ao fazeres isto, será emitido um email de confirmação, e terás de confirmar clickando no link que lá apareçe.

Abraço ou Beijinho, conforme o caso..

 

Apoio Selecção..

A marca BES aproveitou esta oportunidade única - O mundial de futebol 2006 - para se associar de várias formas à nossa selecção e consequentemente se posicionar na mente dos consumidores como o banco de todos os portugueses. Comentando ao jeito da gíria do futebol, só posso dizer que foi muito bem jogado.

Desde o record do guiness com a maior Bandeira Humana feminina, alguma vez já feita, a acções como esta, onde penduram imensas bandeiras, conseguiram criar um forte impacto na sua mais recente campanha de marketing.

Este tipo de associação gera efeitos bastante positivos na imagem de marca do BES, além de que gera imensa comunicação boca-a-boca, ou seja, as pessoas comentam e divulgam a várias outras. Este efeito maximiza a eficácia da sua acção e rentabiliza o seu investimento na comunicação.

terça-feira, Junho 27, 2006

 

Teoria do bom rebelde..

Somos livres?
A liberdade é uma palavra algo generalista, assim como o seu sentido. O que significa sermos livres neste mundo em que vivemos?
Apesar de saber que a liberdade de escolha é um direito humano inato e inquestionável, não me consigo desligar da noção que vivemos "presos" na nossa sociedade, nas suas regras e nos seus valores. Neste sentido, as nossas opções de escolha, são as opções que a nossa sociedade nos oferece. Por mais díficil que seja entender este conceito, nós agimos sempre de acordo com o que nos é incutido que é certo/errado. Quem nos incute estas noções, são todos os agentes de influência, desde a familia, à escola, ao mundo profissional, etc. Nota que todos estes valores e regras variam de sociedade para sociedade, sejam mínimas as diferenças ou altamente flagrantes. Existem tribos em África onde os jovens rapazes atingem a maturidade sexual e para provarem o seu valor, se cortam com uma lâmina de barbear, sendo que quantos mais golpes, mais respeitados são na sua tribo. Numa perspectiva etnocentrista (julgar os outros pelos nossos valores), não poderia existir nada mais estupido que um ritual sangrento como este. Mas reparem que para esses jovens, é a sociedade deles, é os seus valores, é a maneira como provam o seu valor. Tal como para nós a riqueza monetária mostra status, e por isso compramos artigos caríssimos só para os outros verem o nosso "valor". Não será este "ritual" também algo estranho aos olhos deles? (Ler o livro - Papalagui - para mais conhecimentos)

Podemos sempre julgar os outros, sem olhar para os nossos hábitos, mas em ambos os casos, é o ambiente envolvente a cada ser humano que o molda e o transforma, preparando-o para a sociedade onde ele vive.

Com isto em mente e analisando um pouco a nossa história, verificamos facilmente que ao longo dos tempos, foram várias as ideologias e religiões, que assumiram um forte papel neste implementar de regras e valores. Desde os 10 mandamentos da igreja católica ao socialismo Vs Capitalismo, sendo que todos ditaram maneiras de agir e pensar a cada ser humano. Existem ainda várias guerras com base na intolerância às diferenças, completamente injustificadas, como são todas as guerras!

A meu ver e para responder à minha pergunta inicial, nenhum ser humano é verdadeiramente livre, quando a sua maneira de agir é contra-natura. No sentido, em que originalmente quando natureza (ou deus, conforme preferirem) criou o ser humano, este tipo de regras eram inexistentes e tudo era regido pela única regra da natureza - survival of the fittest (a sobrevivencia dos mais fortes). Esta regra criava um equilíbrio no ecosistema e o ser humano caçava e era caçado, nunca evoluindo para números que permitissem extinguir outras raças, nem criar uma população que seja excessiva para o nosso planeta. A ironia, é que a médio-longo prazo, a nossa evolução vai ser o nosso fim e com um pouco de sorte o planeta continua a existir, regenerando todo o "mal" que o ser humano lhe fez, principalmente ao longo destes últimos dois séculos.

Buraco do Ozono? Furações? Terramotos? Cheias? Vírus Ébola? Sida? Algum destes nomes vos pareçe uma reacção da natureza Vs ser humano?

 

Alinhamento das Energias num WebSite..

Recentemente vi a seguinte notícia: Feng Shui WebDesign

Existiram algumas citações que me saltaram à vista:

"Just as the world comprises of the five basic elements, each Web site has five elements and these need to be in balance with one another," says Dr. Smita Narang, author of Web Vaastu, a new book that marries vaastu laws with the Internet."

"Narang, a vaastu expert who has spent four years analyzing around 500 sites, says a Web site that is not designed according to vaastu rules will have few hits and will negatively affect the business."

"We have found that on three sites the number of hits has increased by 60 percent but the other two sites have not been affected," said Agarwal."

Como percebo muito pouco deste tipo de assuntos orientais, só quero deixar o meu entendimento dos factos:
  1. O autor do livro passou 4 anos a analisar sites, o que lhe permitiu chegar à conclusão que a causa dos sites nao terem hits era devido a estarem em não conformidade com as regras vaastu. Claro que o facto de os sites serem desinteressantes, ou pouco divulgados não tem nada a ver com os poucos hits. Até aposto que independentemente do conteúdo, ele alinha o site com as regras vaastu, e assim do nada, como se do ar viessem, os cibernautas são atraidos estranhamente para o site e nunca mais deixam de o visitar.
  2. Afirma também, que não ter o site com as regras vaastu, é muito negativo para o negócio. Mas dos cinco sites (tantos??) onde aplicaram este tipo de regras, só 3 é que conseguiram ter um aumento de hits, os quais ele não sabe se estão directamente ligados ao seu trabalho, ou não! Muito convincente.

Para terminar, só quero dizer que até acredito que o feng shui ou as tais regras vaastu tenham uma base de verdade e que realmente possam influenciar a experiencia que cada cibernauta tenha com o site. No entanto, afirmar que quem não alinha o seu site por estas regras, terá de certeza menos sucesso, é uma avaliação muito generalista, a algo que depende de um zilião de variáveis.


segunda-feira, Junho 26, 2006

 

Teorias da Conspiração 1.0

Não querendo reforçar a ideia de que o jogo Portugal Vs Holanda foi um verdadeiro palco de agressões, onde o único Russo em campo, foi determinante e influenciou bastante as actuações de ambas as equipas, quero apenas chamar-vos à atenção para um pequeno pormenor. A que equipa mais beneficiou a actuação do Russo, a Portugal ou à Holanda? A nenhuma delas! O russo só beneficiou uma equipa - Inglaterra.

Independentemente de ser Portugal o vencedor, ou se tivesse sido a Holanda, a Inglaterra tem o jogo facilitado. Temos duas baixas importantes (Deco e Costinha), e um conjunto de jogadores que vão obrigatoriamente de moderar o seu jogo, a ver se não levam um cartão amarelo, o que lhes impedirá de jogar nas meias finais, caso Portugal ultrapasse os ingleses.

Assim, não consigo imaginar alguém que esteja mais feliz com o jogo de ontem, que os ingleses!

Sinceramente, acho que vai ser um jogo bastante equilibrado e díficil para ambas as equipas. Só espero que a tradição se mantenha e nós consigamos ganhar como já vem tem sido hábito contra os ingleses.

 

Comunicação em Portugal

O consultor Renato Póvoas faz uma excelente análise ao mundo da comunicação em Portugal, levantando algumas questões essenciais que afectam este sector.

Ver em: Estratégias de Comunicação

 

A lesson learned at the mall

"Retailers that spend on real estate, win.
The most expensive real estate in my county is a mall filled with stores. And those stores are jammed with shoppers. Almost none of them fold, none of them appear to be struggling. Almost all of them are expensive.
Two blocks away, independent stores, stores that cheaped-out on their real estate investment, those guys are struggling.
Well, you're not in retail, maybe, or you're virtual, so what difference does this make to you?
Question: what's your "real estate"?
For most of us, it's people.
Expensive people are just like expensive real estate. If you invest in them, you may just find they pay off. Some businesses work as hard as they can to pay people as little as they can (witness the fights over the minimum wage). What sort of growing business wants the minimum wage? If your business is people-based, as opposed to machine-based, why wouldn't you want people who command more than the minimum?"


Seth Godin

 

Impróprio para cardíacos....


Foi assim o jogo Portugal-Holanda deste Mundial 2006. Uma má arbitragem e falta de fair play de parte a parte (iniciado pela selecção holandesa com um lance vergonhoso que, para quem não viu, nem vou explicar, porque para quem tem sangue Portugês a correr na veia só apetecia entrar em campo e fazer o joelhinho do sr. Heitinga dobrar ao contrário), fizeram uma mistura explosiva que tornou o que podia ser um belo jogo de futebol numa deplorável batalha campal.

Tudo começa com uma entrada com todos os pitonzinhos da bota dum holandês manhoso sobre o nosso prodígio futebolístico, Cristiano Ronaldo (ao menos um arquipélago que dê jogadores decentes e desculpem-me mas eu não consigo falar na selecção sem dizer mal do sr. do queijo), que não dava nada menos que um vermelho directo. Mas, qual não é a surpresa de qualquer português que veja qualquer coisa para além de 1 metro de distância, o sr. Valentin Ivanov(não se pode chamar árbitro ao animalzinho de ontem) dá um amarelo e uma palmadinha nas costas do sr. Boulahhrouz... ora, o resto da equipa deve ter pensado: -Bem! Se aquilo é amarelo, vamos lá ver o que será o vermelho...- e vá de dar fruta. Ora, como a nossa selecção não prima pela paciência em casos de pancadaria, vá de responder(mas sem nunca descer o nível)! Resultado:

Cristiano Ronaldo- Lesionado com uma perna que parecia a de um excelente paquiderme indiano de tão inchada que estava.- Entra Simão Sabrosa que até nem jogou nada mal e, incrivelmente, foi dos poucos que não levou amarelo.

Costinha- Prá rua que nem um estúpido que realmente é. Depois de acumulação de amarelos com uma entrada à maluca e com uma infantilidade que lhe está sempre presente na ervilhita de por a mão na bola a meio-campo.

Tudo parecia que íamos jogar 45 minutos com 9(não estou a contar com o sr. do queijo que é sempre um a menos, quando não é um a mais para os outros...), mas o sargento faz entrar Petit na vez do homem da frente (que era o sr. do queijo) e la vamos nós jogar só com um a menos...
Seguem-se os segundos 45 minutos:

Boulahhrouz- O palhacito que mandou o "boy wonder" para o estaleiro, tenta repetir a proeza com o "old wonder"(Luís Figo), depois deste lhe ter, educadamente, tentando mandar uma "monada" à zé do bairro( e eu digo tentando porque, embora o maricas do Boulahhrouz tenha feito uma fita desgraçada, eu acho que o Figuinho não lhe acertou... infelizmente), segundo amarelo, consequente vermelho e rua com o palhacito que já devia ter ido na primeira parte.

"Mesmo bom!!"- pensei(ou "Chupem C......!!", qualquer coisa do género), enquanto festejava a expulsão, efusivamente, como se fosse um golaço do meio-campo na final do campeonato do mundo.
Quando eu pensava que aquilo ia ficar um jogo de futebol outra vez, Heitinga, entrado há menos de 10 minutos, faz uma palhaçada(porque não consigo arranjar outro adjectivo mais forte sem ser, talvez, "filha da putice", mas isso é ordinário e eu não queria se ordinário), só discritível pelas leis da FIFA como falta de fair play e punida com cartão amarelo imediato com interrupção de lance(coisa que o incompetente que estava encarregue de apitar o jogo de ontem não devia saber(mesmo depois do fiscal de linha lhe ter tentado lembrar!!!)), e Deco lhe aplica um correctivo(que não foi o suficiente... devia ter sido a tal pitonzada na rótula... daquelas à Petit) punido com amarelo... ora:

Deco- Para a rua com acumulação de amarelos depois de ter sido agredido por um holandês(e foi mesmo isto que aconteceu!!), com mais uma fabulosa demonstração de incompetência por parte do responsável pelo apito. Lá íamos nós jogar com 9 outra vez(e sem o sr. do queijo em campo...).

Até que...:

Van Bronckhorst- expulso por acumulção de amarelos(vai se sentar a conversar com Deco numa excelente demonstração de fair play(que até aqui não tinha havido nenhuma) por parte dos dois companheiros de equipa no Barcelona)) sem nenhuma comentário especial.

Com o resultado final de 16(dezasseis!!!) cartões amarelos mais 4 vermelhos, o golo de Maniche ao minuto 22, que não foi nada mau por sinal, quase que passava despercebido, não fosse Portugal ter passado aos quartos de final do campeonato do mundo(com mais um recorde para o Filipão) e ir defrontar a poderosa Inglaterra(... levam sempre na bilha os infelizes...) sem Deco, sem Costinha(está pra ser provado se isto é mau ou não) e com Cristiano em dúvida.

Balanço final:
Com Joseph Platter(o todo poderoso da FIFA) a ver o jogo eu acho que o russo incompetente responsável pela arbitragem do feio jogo de ontem nunca mais vai arbitrar nenhum jogo com as insígnias da FIFA... mas é só a minha opinião...

Yours trully...

sexta-feira, Junho 23, 2006

 

Hipocrisia Bushiana

"O presidente George W. Bush realizou ontem uma visita de 24 horas à Hungria para assinalar os 50 anos do levantamento contra a ocupação soviética. Depois de depositar flores no monumento em honra das vítimas da revolta de 1956, Bush homenageou no seu discurso a luta pela democracia e lembrou, aos impacientes com a difícil transição democrática no Iraque, que o caso húngaro prova o poder da liberdade.

“A liberdade pode ser retardada mas não pode ser negada”, afirmou Bush"

Mais uma vez temos um belo exemplo de hipocrisia ao bom estilo que já nos habitou este presidente dos Estados Unidos - George W. Bush, The Child. Ou eu muito me engano, ou ele foi prestar homenagem às vitimas que lutaram contra a ocupação soviética, o que basicamente e em analogia, seria equivalente a ele depositar flores no Iraque pelas vitimas provocadas pelos soldados americanos, ou melhor, pela ocupação americana. Um pouco hipócrita a meu ver, mas este senhor não prima por ter actos racionais. De estranhar é como é que o maior ditador económico que existente na actualidade, defende uma suposta democracia, que deve ser muito diferente aos olhos dele do que aos olhos do restante planeta. A sua afirmação de que a liberdade pode ser retardada é simplesmente uma pérola, porque verdadeiramente ele continua a adiar a hora em que o Iraque será livre, até os Estados Unidos esgotarem as fontes de energia deste país, ou seja, quando os recursos se acabarem, nós saimos, tudo em nome da "democracia" e da liberdade.

Enfim, não quis postar um comentário muito agressivo, porque esta é uma realidade triste e patética, a ditadura Americana no mundo e a passividade dos restantes países, que toda a gente já está a par e partilha quase de certeza este ponto de vista.

O mais divertido é que o povo Americano leva cada brain-wash e continua a achar estranho que o resto do mundo os deteste, e logo a eles, os "melhores do mundo".

quinta-feira, Junho 22, 2006

 

Vendas no Ebay

Esta mesa estava à venda no eBay. Observe bem a foto e diga:

Como pode ter certeza de que ela está sendo vendida por um homem?

Veja a foto e descubra. Encontrará a resposta abaixo, mas não faça batota.
Examine a foto com atenção antes de ler o resto!

Repare bem no espelho.

E lembre-se, se for pôr uma foto na web, vista-se primeiro!

quarta-feira, Junho 21, 2006

 

Iliteracia Informática..

"Mais de metade dos portugueses não percebe praticamente nada de computadores. A conclusão é de um estudo da Comissão Europeia.
De acordo com este relatório, 54% dos portugueses não tem sequer os conhecimentos básicos de informática, sendo que esta percentagem é ainda mais alta (57%) entre a população desempregada. Entre a população com idade entre 25 e 54 anos, que corresponde ao grosso da população activa, é também elevada (49%).
Esta taxa coloca Portugal, a par com mais três países, no topo dos 25 Estados-membros da União Europeia (UE), em termos de iliteracia informática. Os outros três países são a Grécia, a Itália e a Hungria, com 65%, 59% e 57%, respectivamente.
Pelo contrário, Dinamarca e Suécia são os países onde menos pessoas demonstram ignorância da linguagem informática, com apenas 10% da população.
A média europeia situa-se entre 37% da população sem conhecimentos básicos de informática."

É triste, mas verdade!

 

Direitos humanos Vs Terrorismo

"O presidente da Comissão Europeia (CE), José Manuel Durão Barroso, considerou que o Ocidente se arrisca a «perder a sua alma» na guerra contra o terrorismo, declarações que antecedem a cimeira de hoje entre Washington e UE.
«Estamos empenhados na luta contra o terrorismo, mas se suprimíssemos os direitos civis e liberdades cívicas devido à nossa luta contra o terrorismo, então a vitória seria dos terroristas», afirmou Barroso em entrevista publicada no International Herald Tribune, horas antes do início da cimeira anual entre Washington e a UE, em Viena.

Na cimeira, a UE deverá repetir o pedido para o encerramento da prisão norte-americana de Guantanamo, em Cuba, onde cerca de 500 alegados terroristas estão ainda detidos, sem qualquer enquadramento jurídico, alguns deles há mais de quatro anos.

«Pensamos que a atitude moral que temos de adoptar no âmbito da luta contra o terrorismo não deve ser posta em causa por um qualquer vazio ou uma qualquer ruptura a nível do respeito pelos direitos humanos», afirmou Barroso, numa outra entrevista ao Financial Times, também hoje publicada.

José Manuel Durão Barroso afirmou ainda estar preocupado com a recusa de Washington de permitir um livre acesso, sem visto, aos cidadãos dos 10 novos Estados membros da UE, a maior parte na Europa de Leste.

Paralelamente a estas criticas, Barroso congratulou-se (na entrevista ao Financial Times) com a «clara melhoria de relações entre a UE e os Estados Unidos», nomeadamente sobre o dossier nuclear iraniano.

«Estamos gratos pelo apoio dos Estados Unidos à diplomacia europeia relativamente ao Irão», adiantou Barroso.

Na cimeira anual entre europeus e norte-americanos, a UE deverá ser hoje representada pelo chanceler austríaco, Wolfgang Schüssel - cujo país detém a presidência rotativa da UE - e por Durão Barroso, enquanto a delegação norte-americana será liderada pelo presidente George W. Bush e a secretária de Estado Condoleezza Rice. "

This page is powered by Blogger. Isn't yours?